Irreverência? Má educação? Eis a resposta.

No outro dia a C. estava a ter um “mau dia”. Diria que já estava com sono; a época das festas troca os horários das crianças e, quando estas não descansam o suficiente e alteram rotinas ficam, como bem sabemos, impertinentes.

A C. não queria fazer nada do que eu sugeria, pelo que a deixei fazer recortes e desenho, enquanto eu lia (ou tentava, vá…). Exasperada, pelo facto do que estava a fazer não lhe sair como gostaria, atirava com as coisas, choramingava e gritava.

O que realmente me apeteceu?! Deixá-la só com a sua birra e ir ler para outro sítio.

O que fiz? Respirei fundo (muito fundo…) 20 vezes e:

  1. Ofereci ajuda
  2. Sugeri fazer outra actividade
  3. Sugeri descansarmos um pouco

Face a respostas negativas, e uma vez que a má disposição da mini não passava, disse-lhe calmamente: «Querida, não adianta estares assim, pois ficas com 2 problemas; continuas mal disposta e não consegues trabalhar.»

Expliquei-lhe, ainda, que não era justo para mim o seu comportamento.

Acalmou-se, desenhou a sua Pipa, filhotes e uma casota que depois de recortados, resultaram num trabalho 3D que tratei de elogiar.

Não é fácil, é preciso “treino” mas, como tudo na vida, é uma questão de hábito. O resultado, a maior parte das vezes, é positivo, quer para nós, quer para eles.

Ficam algumas sugestões de… em Vez de… E um “NÃO”, é muitas vezes necessário (ainda que acompanhado da adequada explicação).

Em vez de...

laço 100px

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s